Estrutura pronta, hora de encher com a água. Uma das coisas que aprendi lendo foi que posso facilitar meu trabalho com um pouco de pesquisa. Teste o PH das torneiras de sua casa, pode facilitar a escolha de onde você vai coletar.

No meu caso, a água do chuveiro é neutra e a do tanque muito alcalina, colocamos 2 partes de neutra e uma de alcalina, assim fica mais fácil de chegar ao 6,8/7 de PH que achamos ideal.

Andei muito rápido vamos começar bem pelo comecinho. A água que consumimos, que vem pela torneira é tratada com cloro, o que não é bom para o ambiente do aquário pois mata os organismos vivos que ajudam no equilíbrio do aquário, como as bactérias que fazem o ciclo do nitrogênio. É preciso retirar cloraminas, cloro e amônia da água. Existe um produto que faz este trabalho, o que eu uso, e aprovo, Seachem PRIME, ele transforma estes compostos em um outro que pode ser retirado pelo filtro do aquário. A quantidade é medida em gotas e depende da litragem. Por falar em recipiente, eu preferi comprar baldes novos, especialmente para o aquário que não tivessem tido contato com produtos químicos para armazenar a água para encher ou trocar.

Ao encher o aquário coloque uma esponja ou algo que possa diminuir o impacto da água na ornamentação. Só depois de cheio ligue a bomba, ela precisa da água para trabalhar, e se for ligada no seco pode até queimar.

Hora de tratar a água, Seachem STABILITY, este produto ajuda a estabelecer o filtro biológico, as bactérias que temos que produzir. Ele previne a  “síndrome do tanque novo” que pode causar a morte dos peixes por não ter ainda uma colônia de bactérias para retirar a amônia do aquário.

Neste momento, no meu ponto de vista, o aquário precisa de um tempo para se estabelecer, E esta aí meu primeiro erro, coloquei peixe de primeira. Não recomendo. Tive muitos problemas, de diversos motivos e perdi quase todos.

Um dos motivos foi justamente por não estar equilibrado, os mais sensíveis acabam sofrendo as consequências mais rápido, perdi 3 molinésias dálmata balão e para completar, compramos 3 molinesias negras, 1 macho e 2 fêmeas. Só que apesar da espécie ser calma, as fêmeas quando estavam “grávidas” passaram a atacar a todos. No final das contas perdemos os peixes. 

Para falar de peixes, é preciso pensar antes de escolher seus habitantes, se eles vivem bem com PH escolhido, se todas es espécies se dão bem, se é preciso esconderijos, plantas altas, e principalmente, cada espécie precisa de um espaço específico para ficar bem. Pesquise, você será responsável pelo bem estar deles, prese para que vivam o melhor possível.

No próximo post falarei mais sobre testes da água, que são muito importantes para que o ambiente seja o melhor para os habitantes.